top of page

São Miguel, Açores

Estar rodeado de natureza pura é a principal motivação para visitar os Açores. O arquipélago encontra-se entre os continentes europeu e americano, as ilhas estendem-se ao longo de 600km pelo oceano Atlântico.


"Tudo é intensamente azul e imensamente verde"


Fui a São Miguel com duas amigas. Como cada uma vive numa cidade diferente, planeámos esta viagem com muitos meses de antecedência, escolhemos um fim de semana no princípio de outubro, quando o tempo “ainda está bom”, seja lá o que isso significa quando falamos dos Açores. As temperaturas nunca descem abaixo dos 13º no Inverno e não costumam ultrapassar os 24º no Verão.


Vaca a pastar num campo verde em São Miguel, Açores

Paisagem típica de São Miguel.


O nosso programa para o primeiro dia foi alterado assim que chegámos ao hostel: não íamos conseguir ver a Lagoa das Sete Cidades nesse dia, estava enevoado para aqueles lados da ilha, informou-nos a rececionista.


Fomos, então, às Furnas, a este de Ponta Delgada. Uma lagoa imensa abriu-se diante de nós quando estacionámos o carro. Decidimos contorná-la até chegar às fumarolas onde cozem os ingredientes do famoso cozido das Furnas debaixo de terra, durante 6 a 8h.


Sem nunca ver o sol, embora fizesse calor, seguimos para o Parque Terra Nostra e para a Poça da Dona Beija, onde nos banhámos em águas quentes termais oriundas de uma nascente férrea.


Piscina de água termal do Parque Terra Nostra.


No dia seguinte despertámos cedo, os biquínis ainda húmidos do dia anterior, o cabelo mais encrespado, o sol radioso, um sorriso aberto. Vamos visitar a Lagoa das Sete Cidades! A App de meteorologia mostrou que, mais uma vez, não iriamos ver nada, estava encoberto.


Mudança de planos novamente. Fomos diretas ao Parque Natural dos Caldeirões ter com a Bea e o Francisco, os instrutores de canyoning da Azores Epic Adventures. Experienciámos 3 horas de adrenalina e superação, com constantes suspiros de arrebatamento cada vez que nos deparávamos com as paisagens secretas por onde passámos – sentimos uma pontada de inveja pelos nossos guias, têm seguramente um dos melhores empregos do mundo. Entre saltos, descidas em rappel, mergulhos e slides, prometemos que regressaríamos para fazer o percurso de nível avançado.


Plantação de Ananases Augusto Arruda; Percurso ao redor da Lagoa das Furnas; Parque Terra Nostra; Poças da Dona Beija.


Fomos pisar a areia negra de Santa Bárbara e molhar os pés no Atlântico, a água estava surpreendentemente quente e o sol radioso, convidava a ficar ali horas…


No entanto, quisemos visitar a Fábrica de Chá Gorreana. Há apenas duas fábricas produtoras de chá na ilha e na Europa. A Vera, a nossa guia, uma simpática açoriana a terminar o secundário e a querer prosseguir os estudos em História em Lisboa, mostrou-nos o processo quase sempre manual com que ainda são colhidas e tratadas as folhas da planta Camellia Sinensis.

Areais de Santa Bárbara.


No dia seguinte, descemos a cratera da Lagoa do Congro, a pequena caminhada para lá chegar vale cada passo: a neblina da manhã dissipou-se e ficámos rodeadas por pinheiros selvagens.


O único trânsito nestas estradas é gerado pela passagem de gado de um lado ao outro dos terrenos de erva verde, diz-se que há mais vacas do que habitantes nesta ilha e nós podemos comprová-lo.


Lagoa do Congro; Caminho até à Lagoa do Congro; Lagoa das Furnas; Percurso ao redor da Lagoa das Furnas.


Era o derradeiro dia, chegámos ao Miradouro Vista do Rei, ansiávamos ver as lagoas que nasceram das lágrimas derramadas dos olhos azuis da princesa e do pastor de olhos verdes, separados por um amor impossível, segundo a lenda local. Mas não estavam lá, não conseguimos ver nada, fomos atraiçoadas outra vez pela névoa que cobria todo o vale do complexo vulcânico formado há 36.000 anos. Jurámos ali mesmo, nós as três, as três de sempre, que voltaríamos juntas aos Açores, a São Miguel e ao Miradouro do Rei.


Piscinas naturais de Ponta da Ferraria.

 

Como chegar How to get there Há voos diretos desde Boston, Bruxelas, Dusseldorf, Lisboa, Londres Stansted, Porto, Providence e Toronto até Ponta Delgada.

Como se deslocar How to move around Alugar um carro é a melhor opção para visitar toda a ilha. À saída do aeroporto há várias empresas de rent-a-car.

Onde dormir Where to sleep Há diversas ofertas por toda a ilha. Nós optámos por ficar sempre em Ponta Delgada no Ilha Hostel & Suites. Abriu o ano passado, tudo é novinho e harmonioso. O pequeno-almoço oferece-nos do melhor que é produzido localmente. www.ilhaazores.com/ Onde comer Where to eat Espinha.come Nas Furnas, provámos um hambúrguer em bolo lêvedo, um pão adocicado típico desta zona. www.facebook.com/espinha.come

Restaurante Associação Agrícola de São Miguel Na Ribera Grande, servem o famoso bife de vaca dos Açores com diferentes molhos, a escolha é difícil. www.restauranteaasm.com/pt/

Rotas da Ilha Verde Em Ponta Delgada, um restaurante vegetariano muito agradável com sobremesas de sonho. www.instagram.com/rotasrestaurantevegetariano/

Taberna Açor Em Ponta Delgada e o nosso favorito. Petiscos e tapas de nos perdermos em todas as opções. O ananás caramelizado com gelado de bolacha mulata fez-nos regressar no dia seguinte. bit.ly/2A7NoCV

A Tasca Em Ponta Delgada, comida típica açoriana com uma carta extensa e variada. bit.ly/35DTLct O que visitar What to visit Lagoa das Furnas Uma imensa lagoa de água clara. Podem fazer o trilho a pé circular de 9,5km trails.visitazores.com/pt-pt/trilhos-dos-acores/sao-miguel/lagoa-das-furnas

Parque Terra Nostra Thomas Hickling (1743-1834), cônsul americano instalou-se na ilha de São Miguel e criou o magnífico jardim botânico com espécies exóticas. Aberto até às 18h. Preço: 8.00€. www.parqueterranostra.com/pt-pt/home.aspx

Poça da Dona Beija Piscinas naturais águas de enxofre. Aberto até às 23h. Preço: 6.00€. www.pocadonabeija.com/

Azores Epic Adventures Canyoning no Parque Natural dos Caldeirões. www.azoresepicadventures.com/pt-pt/

Lagoa do Congro Pequenina, mas uma das mais bonitas e secretas.

Areais de Santa Bárbara A praia de areia negra contrasta com o forte azul do mar.

Miradouro Vista do Rei e Lagoas das Sete Cidades A paisagem que melhor caracteriza São Miguel.

Piscinas naturais de Ponta da Ferraria Devido a fenómenos vulcânicos, a água do mar é aquecida durante a maré baixa.

Centro histórico de Ponta Delgada A cidade fundada em 1546 é dinâmica e alegre. Não deixem de conhecer a Praça do Município e os Paços do Concelho. A típica calçada portuguesa adorna os passeios e as praças, mas o contraste entre as cores é maior: – “É o que temos, menina, rocha basáltica, o mármore branco importamos do continente”. Onde comprar Where to shop Mercado da Graça Em Ponta Delgada, local de comércio de produtos agrícolas. Os doces de frutas exóticas e um pedaço de queijo da Ilha de São Jorge são o presente perfeito para levar para casa.

Fábrica de Chá Gorreana Fundada em 1883, a mais antiga, e atualmente única, plantação de chá da Europa. Na loja, comercializam chá verde e chá preto e outros produtos regionais. Aberto até às 18h. gorreana.pt/pt/

Plantação de Ananases Augusto Arruda Aberta ao público desde 1919, permite explorar as estufas onde se encontram os ananases nas suas diferentes fases de crescimento. As visitas são gratuitas e na loja encontram vários produtos confecionados com ananás: licores, doces, compotas, bolos, gelados, etc. Aberto até às 18.00h. www.ananasesarruda.com/


A paisagem verde à volta da Lagoa das Furnas, São Miguel, Açores

Lagoa das Furnas.


Aqui está um mapa com todos os locais mencionados no post:


bottom of page